LinkedIn pessoal: estratégias na hora de atualizar o seu perfil podem te garantir uma boa oportunidade de emprego.

LinkedIn pessoal: estratégias na hora de atualizar o seu perfil podem te garantir uma boa oportunidade de emprego. Além de lazer e entretenimento, as redes sociais viraram, também, um polo corporativo. Milhões de pessoas estão online diariamente em busca de networking e novas oportunidades de emprego. Devido ao tamanho dessa demanda, o Linkedin ganha cada vez mais força. Entenda um pouco mais!

 

Linkedin: o que é? 

O Linkedin é uma rede social voltada para o universo profissional. Neste espaço, você pode descobrir vagas de emprego, firmar parcerias e entrar em contato direto com os membros do seu mercado. O meio é considerado um “currículo online”, onde você pode divulgar suas expertises e, assim, chamar a atenção das empresas do seu segmento.  

Fundado em 2002 antes mesmo do Orkut por quatro empresários e amigos estadunidenses, o LinkedIn iniciou com 350 conhecidos dos profissionais, que foram convidados a testar a plataforma. A iniciativa chamou a atenção de investidores ao redor do mundo e em 5 anos, o número de usuários já ultrapassava os 15 milhões.

Atualmente, mais de 500 milhões de pessoas estão conectadas no Linkedin ao redor do mundo. Em 2018, o Brasil alcançou a marca de 35 milhões de cadastros na rede social corporativa, o que torna o país a terceira maior potência mundial na plataforma. Nesse mesmo ano, a estimativa era de que 10 milhões de vagas seriam anunciadas no período. 

 

LinkedIn pessoal: dicas para o perfil

Comece atualizando o principal cartão de visitas: a sua foto. No LinkedIn, perfis com imagem chamam 10 vezes mais atenção. Não precisa ser uma foto com uma seriedade que lembre as 3×4 das identidades. No entanto, escolha a fotografia mais neutra possível, com um fundo que chame pouca atenção e destaque bem o seu rosto; evite óculos escuros ou qualquer coisa que possa cobri-lo. Elimine, também, fotos sem camisa, com trajes de banho ou qualquer outra que deixe pele demais à mostra. Guarde essas para o Instagram! 

Use esta ferramenta gratuita e descubra se sua foto do LinkedIn está profissional!

Mesmo que sua formação adicione alguns “detalhes” ao nome da função que você exerce, é muito importante ser curto e grosso na hora de preencher o campo “profissão”: jornalista, arquiteto, estudante… Essas palavras são keywords essenciais para os recrutadores que buscam profissionais através do Linkedin. 

Agora, preencha — muito! — bem todos os espaços referentes às suas experiências. Descreva detalhadamente todas as suas funções em que todas as empresas que trabalhou e explicite todos as particularidades das suas formações. Não tenha preguiça de se estender: são essas pequenas nuances que já vão, de cara, te diferenciar dos concorrentes. Se você tem engajamento com projetos sociais, adicionar essa informação ao perfil do Linkedin é um super diferencial. 

Com o perfil pronto, é chegada a hora de adicionar as conexões. No Facebook, por exemplo, a graça é adicionar os mais variados tipos de pessoas para que os conteúdos também sejam variados. No Linkedin, a lógica é outra. Priorize segmentar suas conexões, mesmo que seja rude recusar o convite de alguém. Ele precisa ser um espaço que irá te acrescentar, tanto em networking, quanto em possibilidades de trabalho. 

Use esta ferramenta gratuita para saber o grau de eficiência do seu perfil no LinkedIn!

Agora, que você tem uma rede interessante de conexão no Linkedin, não hesite interagir com eles! É essencial curtir e comentar as publicações dos amigos e parabenizar pelas conquistas, não apenas para demonstrar interesse no conteúdo, mas para realizar a manutenção de uma relação que pode render trabalhos no futuro. Se você é mais low profile, não se preocupe. A própria plataforma disponibiliza mensagens automáticas para o bate papo caso você queira iniciar uma interação ou felicitar por uma nova vaga. 

Siga, também, as empresas com as quais você se identifica ou tem alguma pretensão de trabalhar um dia. A grande maioria disponibiliza muitas oportunidades de vagas pelo LinkedIn, como os dados explicitados acima mostram. Além disso, estar atualizado das novidades dessas corporações pode ser uma excelente fonte de inspiração.  

Por fim, mantenha seu perfil sempre atualizado, mesmo que você esteja satisfeito com seu emprego e não pensa em trocar. Temos o péssimo hábito de alimentar o Linkedin — e outras plataformas de trabalho — apenas quando estamos desempregados. No entanto, esta rede social serve, além de procurar vaga, para ajudar a consagrar seu nome dentro do seu mercado. Além das informações do perfil, atualize o perfil com publicações. Poste sobre seus mais recentes trabalhos e compartilhe dicas e ideias com as suas conexões! 

 

Città Telecom

Estamos no Linkedin e também nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube