Por que é tão importante que sua empresa esteja com os backups em dia? Descubra nesse artigo!

Backup: a cópia de segurança que pode salvar o dia a dia da sua empresa. Atire a primeira pedra quem nunca deletou sem querer um arquivo importante e só foi perceber na hora que precisou utilizá-lo. Aqueles que já são adeptos da prática respiraram aliviados porque sabiam onde encontrar uma reprodução; aos demais, restou apenas sentar e chorar. 

Backup é um procedimento que consiste em criar cópias de segurança dos seus arquivos mais importantes. Seja de forma online ou em dispositivos externos, o objetivo principal é garantir com que aqueles dados estejam protegidos de serem deletados, corrompidos por problemas de sistema ou até mesmo de eventuais alterações prejudiciais. 

Engana-se quem pensa que o processo de realizar backup foi algo que surgiu com a contemporaneidade. Os primeiros sistemas de cópias de segurança datam da década de 1950, com a primeira versão do Universal Automatic Computer (UNIVAC). A máquina contava com cartões perfurados que permitiam entrada e armazenamento externo de dados. 

 

Backup: a importância na sua empresa

Realizar backup dos arquivos mais importantes da sua empresa pode parecer mera questão de segurança em caso de perdas, mas tem impactos reais na dinâmica do funcionamento da corporação. Com esses arquivos salvos em um local acessível, perde-se menos tempo e esforço atrás daquele registro e o impacto na produtividade é menor. Vale destacar também que arquivos salvos em backup ficam mais organizados e mais fácil de serem encontrados, caso haja necessidade de acessar. 

Além disso, fazer backup de arquivos importantes garante também mais segurança na informação. Há casos onde o ficheiro é alterado de forma errônea ou até de má fé e sabemos que, quando salvo e fechado, é difícil restaurar ao estágio inicial. O backup é uma garantia de aquela primeira versão possa ser resgatada. O processo também garante que esse tipo de situação não ocorrerá, já que há a possibilidade de o registro ser armazenado em um local onde nem todos os funcionários da corporação têm acesso.  

Em caso de grandes empresas, o recomendado é que haja uma equipe de tecnologia da informação para encabeçar o processo de backup. Afinal, é preciso uma minuciosa apuração dos dados mais importantes da corporação para, assim, definir o que precisa ser salvo com cópias de segurança e até mesmo com que frequência essas cópias devem ser atualizadas, o que pode variar de acordo com a relevância e a frequência de alteração do arquivo. 

Outro passo importante para preservar a integridade do backup é, como citamos acima, criar uma política de acesso a esses documentos, que determine uma espécie de hierarquia de possibilidades com esses ficheiros. Afinal, nem todos os arquivos precisam ser abertos – tampouco, copiados e editados – por todos os funcionários de uma empresa. 

 

Backup: os principais tipos

Existem diversas formas de realizar backup, das que exigem uma grande infraestrutura física e financeira às que cabem no bolso dos pequenos empreendedores. Apesar de serem corrompidos facilmente e prejudicados pela obsolência da arquitetura, não podemos deixar de destacar o pen-drive, o HD externo e até mesmo CD-ROM, para os mais antigos. Admita: eles já quebraram muito o seu galho. 

Os tipos de backup também são divididos em três categorias distintas. O primeiro deles é o Full backup (backup completo, em tradução livre), que salva uma cópia de todos os arquivos presentes em um dispositivo. Em seguida, entra em ação o backup incremental, responsável por copiar os dados alterados desde o último backup; aqui, independe o tipo. Já o backup diferencial salva as alterações realizadas desde o último full backup. Vale ressaltar, mais uma vez, que a escolha do formato de backup deve acontecer após analisar as necessidades específicas da sua empresa. 

Atualmente, o formato de backup mais indicado é o Cloud computing, ou simplesmente Computação em Nuvem. Entre as principais vantagens em detrimento das outras formas, podemos destacar a quantidade maior de armazenamento, o fácil acesso e a economia. Os gastos giram em torno apenas de manutenção e instalação, em caso de grandes empresas, ao contrário de dispositivos físicos, como o HD externo, que quando acaba o espaço, você precisa comprar outro. 

O cloud computing é uma tecnologia que permite criar uma rede de servidores conectados à Internet. Sendo assim, o usuário é capaz de salvar arquivos, dados, documentos, softwares e muito mais em um espaço virtual centralizado, sem que seja preciso investir em dispositivos físicos ou servidores locais. Com essa formato de backup, você utiliza softwares a qualquer momento e de qualquer lugar e tem acesso aos mesmos dados em qualquer dispositivo.

 

Backup x Città Telecom

Os serviços de cloud computing fazem parte do catálogo da Città Telecom, empresa de telecomunicações 100% brasileira. Entre os nossos produtos, estão Città Mail, que oferece grande capacidade e segurança de armazenamento de mensagens para sua empresa; Città Box, que permite armazenar na nuvem os arquivos mais importantes e Città Exchange, um e-mail empresarial com domínio próprio. 

A Città Telecom possui fibra até o data center da Equinix, uma das maiores provedoras mundiais de data center IBX e colocation. Essa parceria garante conexão direta com diversas nuvens, além de acesso mais rápido para os nossos usuários e utilização diferenciada nos principais provedores de conteúdo. 

Com os nossos serviços de Cloud computing, você tem acesso a backup online, hospedagem compartilhada SSD e licença de servidor. Para mais informações, converse com a gente no telefone 3400-5000.

 

Siga a gente! 

Também estamos nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube