Indústria 5.0 já é uma realidade! Nesse novo modelo, o propósito principal é utilizar as habilidades operacionais humanas para aumentar ainda mais a utilidade das máquinas nas soluções do nosso dia a dia.

Indústria 5.0 é uma realidade! Embora a chamada quarta revolução industrial ainda seja tratada como novidade, os especialistas já trabalham com um conceito que propõe uma evolução do modelo proposto a partir do início da década passada. O principal objetivo é otimizar o aproveitamento das tecnologias desenvolvidas a partir da quarta geração, mas, também, solucionar os desafios corporativos e sociais que elas impuseram. 

Enquanto o último conceito de revolução industrial foca todas as atenções na máquina, a Indústria 5.0 propõe aproveitar o melhor dos dois mundos. É um modelo que busca um olhar para as tecnologias, mas sem excluir as contribuições humanas. O maior propósito é utilizar as habilidades operacionais humanas para aumentar ainda mais a utilidade das máquinas nas soluções do nosso dia a dia.  

A Indústria 5.0 tem sido carinhosamente chamada de “reconciliadora”, porque propõe cessar a silenciosa guerra entre homens e máquinas, que ajudou a criar um imaginário onde ambos não pudessem coexistir no mercado de trabalho. Chega ao fim, então, a ideia de que as máquinas roubarão todos os empregos dos seres humanos. A quinta revolução industrial reconhece que ambas as forças de trabalho são necessárias para os mais variados tipos de processo. 

 

Indústria 5.0: entendendo as principais características

Assim como a quarta revolução industrial, a Indústria 5.0 também tem pilares muito bem definidos. São eles: qualidade de vida (graças à otimização e, consequentemente, a facilitação das tarefas), inclusão (criar funcionalidades com acesso democratizado) e sustentabilidade (com o aumento da utilização de energias renováveis). O modelo visa gerar avanços nesses três âmbitos, agregando os mais diferentes ideais de inovação, criatividade e agilidade. 

Como listado acima, a Indústria 5.0 busca agilizar tarefas para facilitar a vida em sociedade. Para alcançar esse objetivo, é preciso, sim, contar com a criatividade humana. Esses profissionais são essenciais para criar soluções personalizadas e realmente efetivas para a rotina das pessoas. Afinal, “os seres humanos são subestimados”, como afirmou Elon Musk, em 2018, ao confessar que automatizar demais os processos da Tesla “foi um erro”.

Outro importante diferencial da Indústria 5.0 é a preocupação com soluções sustentáveis. A quinta revolução industrial visa, acima de tudo, uma entrega de qualidade de vida e esse conceito precisa vir agregado a um cuidado com o meio ambiente. O novo modelo prega, além da já mencionada utilização de energias renováveis, uma relação mais responsável com os recursos naturais e busca de soluções para racionamentos de energia e desastres naturais.

 

Indústria 5.0 x Indústria 4.0

Uma breve lembrança sobre a Indústria 4.0: ela é marcada por uma evolução ainda maior da importância da máquina. Seu principal objetivo é criar redes inteligentes que sejam capazes de conectar sistemas que controlem toda a produção de maneira autônoma. Entre os conceitos que abarcam essa nova fase da indústria, estão a internet das coisas (IoT), a inteligência artificial e a automação de marketing. Você pode ler mais sobre o assunto neste artigo

É preciso reforçar que a transição entre os dois modelos de indústria não será tão brusca quanto nas primeiras revoluções, quando o surgimento de novas máquinas acabou tornando as mais antigas obsoletas. Se você tem uma empresa e já realizou investimentos em tecnologias da Indústria 4.0, não haverá prejuízos. O cenário segue promissor para essas inovações. Segundo a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Indústria 4.0 pode economizar R$ 73 bilhões ao ano para o Brasil. 

Para os CEO, resta o conselho de seguir com os investimentos em tecnologia, mas que haja, proporcionalmente, investimentos nos colaboradores. É urgente que os trabalhadores conheçam a fundo as tecnologias com as quais estão lidando, para que eles possam oferecer soluções e aprimoramentos que impactem realmente a vida em sociedade. Mais do que um novo momento tecnológico, a Indústria 5.0 representa uma mudança de perspectiva, onde a convergência entre o real e o virtual faz-se indispensável. 

 

Gostou do conteúdo? Siga a gente nas redes sociais! 

Também estamos nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube