Gestão no mundo da tecnologia e Telecomunicação – Blog Città Telecom

Você acredita em amor à primeira vista? E em primeira impressão? Parecem conceitos clichês, mas pensá-los fazem toda diferença para quem busca fidelização. A Prospecção de Clientes é um processo referente ao contato inicial com o seu cliente.

Prospecção de Clientes: um conceito que, se aplicado da forma correta, pode alavancar e muito as vendas da sua empresa. Você acredita em amor à primeira vista? E em primeira impressão? Parecem conceitos clichês, mas pensá-los fazem toda diferença para quem busca fidelização. A Prospecção de Clientes é um processo referente ao contato inicial com o seu cliente.

O principal objetivo objetivo é tratar a forma com que você aborda o seu público. Você deve buscar uma aproximação com seus clientes, estudando seus comportamentos e viabilizando a melhor forma de contato com eles. Seja por telefone ou via e-mail, a equação é proporcional: quanto melhor essa abordagem for feita, melhor serão os resultados das suas vendas.

No nosso último artigo, onde tratamos de Inteligência de Mercado, mencionamos frequentemente a importância de realizar uma prospecção de negócios bem feita. Por essa razão, resolvemos destrinchar um pouco mais desta modalidade nesta matéria. Para realizar uma Prospecção de Clientes de forma assertiva, acompanhe atentamente todas as dicas a seguir!

 

Prospecção de Clientes: conheça o seu público-alvo e o trate como tal

O sonho de todo empresário é colocar no mercado um produto universal, que consiga atingir a todos os gêneros e faixas etárias. Isso, claro, aumentaria suas oportunidades de vendas. Mas a verdade é que vivemos um sistema muito bem segmento e todo item tem, sim, um público-alvo bem definido.

O primeiro passo é estudá-lo e defini-lo de forma minuciosa. Afinal, oferecer algo para quem não tem interesse em adquiri-lo é apenas perda de tempo e dinheiro. Por isso, realize um apanhado aprofundado também do mercado em que sua empreitada está inserida. Com isso, você pode entender as oportunidades de negócios, as previsões positivas e negativas e como os concorrentes estão posicionados (Olha a Inteligência de Mercado aí novamente!).

Um pouco de “pesquisa de campo” também é importante. Aproveite o processo para visitar feiras e eventos relacionados ao nicho da sua empresa. Além de ser importante para entender a situação do mercado e ir de encontro ao público para entender as necessidades, é uma excelente oportunidade de fazer um networking e posicionar a sua marca.

Com todas essas informações em mãos, você já pode começar a definir a abordagem. Essa é a parte mais importante de todo o processo de Prospecção de Clientes. Por essa razão, este primeiro tópico é pré-requisito obrigatório para cumprir as demandas seguintes!

 

Prospecção de Clientes: a internet pode ser sua aliada

Durante muito tempo, a prospecção de clientes foi realizada prioritariamente por telefone ou e-mail. Quem nunca recebeu aquela ligação de DDD 11 ou então, se deparou com a caixa de spam lotada, não é mesmo? Agora, as redes sociais se mostram como elemento essencial para o processo. Primeiramente, defina qual (ou quais) será sua rede social de foco. Se você tem serviços empresariais para vender, priorize o LinkedIn. Se o seu produto é voltado para o entretenimento, o Facebook pode ser a melhor pedida.

Outra sugestão são blogs de conteúdo, como esse aqui que você está acessando neste momento. É uma forma de estreitar o relacionamento com público, oferecendo dicas que têm impacto no dia a dia e mostrando expertises em várias áreas. Anúncios pagos também podem ser uma solução muito eficaz. Eles permitem uma segmentação bem específica que prioriza dados importantes do seu público-alvo.

Lembre-se de que é importante criar uma experiência personalizada para o cliente. Portanto, não coloque robôs para realizar os contatos nas redes sociais ― e nem para encher os comentários de fotos alheias em busca de seguidores. Eles podem até adiantar algumas questões iniciais, mas escale uma pessoa para que a conversa seja fluida e promissora.

 

Prospecção de Clientes: considerações finais

O método é parte essencial do planejamento de vendas. Sem buscar criar uma identificação direta com o público, seu produto ou serviço, por melhor que seja, pode estar fadado ao fracasso. Afinal, são essas mesmas pessoas que são clientes assíduos em potencial e o melhor, ajudam a reforçar a qualidade da sua marca para outras pessoas. O boca a boca ainda é uma ação espontânea de suma importância!

Treine muito bem a sua equipe para uma abordagem rica em informações. Prepare um script, mas também pense em não deixar o contato muito robótico. Não tem escapatória: a maior saída para conciliar uma aproximação que seja natural e muito explicativa é contar com um funcionário que estude e conheça a fundo o produto ou serviço que está sendo oferecido.

Por fim, vale reforçar que a Prospecção de Clientes tem como objetivo final a venda, mas não é apenas sobre isso. O principal foco do processo é conhecer o cliente em potencial e criar um relacionamento com ele. Portanto, nada de posturas “agressivas”. A compra vai surgir se esse primeiro passo for respeitado.

 

Città Telecom

Estamos também nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin

Aplicando este conhecimento, o gerente garante que a execução do empreendimento seja perfeita e que o resultado não será afetado por detalhes que passaram despercebidos.

Gerenciamento de projetos: afinal, do que se trata este conceito? Em uma empresa, todo dia nos deparamos com iniciativas que possuem começo, meio e fim e que demandam organização e muita ― muita! ― cooperação coletiva. E todo este trabalho visa resultar em algum objetivo – seja ele, desenvolver um produto ou aprimorar um serviço. A isto, damos o nome de projeto.

Para que os projetos funcionem perfeitamente e o resultado saia além do esperado, é preciso partir da premissa de que eles necessitam de metas, prazos e recursos (financeiros, humanos e materiais). Todos estes pontos devem ser otimizados durante toda a execução da façanha. É justamente para “colocar ordem nesta casa” que surge o conceito de gerenciamento de projetos.

Também conhecido como gestão de projetos, esta ideia engloba a aplicação de conhecimentos, ferramentas, habilidades e técnicas com o objetivo de atingir as metas de um projeto. Aplicando este conhecimento, o gerente garante que a execução do empreendimento seja perfeita e que o resultado não será afetado por detalhes que passaram despercebidos.

 

Gerenciamento de projetos: quais são os objetivos?

O principal objetivo é que o projeto seja concluído com sucesso: com o menor número de danos e problemas possíveis, com custo otimizado, harmonia na equipe, com todos as metas alcançadas e, principalmente, entregando um produto ou serviço que deixe seu consumidor final muito satisfeito.

Vale frisar, aliás, que todo projeto exige um planejamento. Então, antes de começar a pensar na execução, você precisa ter bem definidas as três premissas básicas que já citamos (metas, prazos e recursos).

 

Gerenciamento de projetos: uma boa comunicação é fundamental

Se você é o gerente de um projeto que exige uma grande equipe, é essencial que você se mantenha em contato com todas as partes envolvidas. Seja realizando supervisão ou apenas pedindo retornos, é necessário que você e todos os membros estejam em completa sintonia. Isto facilita, principalmente, uma solução mais eficaz de crises.

Vale reforçar a importância de que todos os integrantes estejam a par de todas as partes do projeto, não apenas das quais eles são responsáveis. Por isso, procure anotar todo e qualquer acontecimento do projeto. Seja uma demanda resolvida antes do tempo ou um problema que levou a uma mudança, documente cada um dos detalhes.  

Para que este documento seja de fato completo, cobre sempre um feedback detalhado dos membros da sua equipe. Afinal, mesmo que seja parte da sua obrigação estar atento a todos os processos, é humanamente impossível observar todas as partes ao mesmo tempo. Por essa razão, exija este retorno do seu time.

Por fim, ressaltamos a importância das reuniões inicial e de encerramento. A primeira é essencial para que os trabalhos já comecem de forma bastante alinhada. Ela serve para comunicar as etapas do projeto, bem como distribuir as funções, explicitar as metas e criar um sentimento de união e pertencimento a todos que farão parte da jornada.

Já a reunião de conclusão tem como objetivo discutir o resultado final e debater os desdobramentos durante toda a realização do projeto. Essa discussão é importante para tentar otimizar o que já deu certo e destacar os processos falhos, a fim de consertá-los ou não repeti-los na execução dos próximos.  

 

Gerenciamento de projetos: dicas de utilitários

Ter uma boa memória é fundamental para um gestor de projetos, mas você pode contar com a forcinha de vários softwares. Confira alguns!

 

  • Dapulse – Permite personalizar o layout de acordo com suas demandas. Clique aqui e acesse.

 

  • Google Sheets – Uma planilha eletrônica. Sua principal vantagem é abrir em qualquer navegador e até no celular. Clique aqui e acesse.

 

 

  • JIRA – Permite criar metas, demandas atribuídas e ainda um workflow. Clique aqui e acesse.

 

 

  • Trello – Permite montar listas com metas e demandas. Clique aqui e acesse.

 

Città Telecom

Para que um projeto seja executado do início ao fim sem dor de cabeça, você precisa de uma internet de excelência para atuar junto ao seu time!

Por isso, nós da Città Telecom, nos colocamos à sua disposição. Nossos cabos de fibra óptica, a última tecnologia em transferência de dados, te proporcionarão a melhor experiência!

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

Ponto facultativo: é obrigação, é vantajoso ou apenas perda de trabalho e dinheiro? Estamos em época de carnaval e uma das dúvidas mais recorrentes gira em torno deste assunto.

Ponto facultativo: é obrigação, é vantajoso ou apenas perda de trabalho e dinheiro? Estamos em época de carnaval e uma das dúvidas mais recorrentes gira em torno deste assunto. O ponto facultativo é um decreto realizado pelo governo que não prevê obrigatoriedade no funcionamento de determinados serviços em certas datas comemorativas.

Embora seja mais comum no serviço público, as empresas privadas também já adotam. Para que não haja nenhum problema ou desentendimento com seu quadro de funcionários, é indicado que o seu departamento de recursos humanos esteja a par do assunto. Por isto, trazemos este artigo com as informações mais relevantes sobre o decreto. Acompanhe!

 

Ponto facultativo x Feriado

A diferença principal está, justamente, no fator da obrigatoriedade. Em feriados, os empregados devem folgar essencialmente, sem que haja descontos na remuneração. Esse direito está previsto na  Lei nº 605/49. Já no ponto facultativo, cabe ao responsável pela instituição decidir se permite ou não que seus funcionários tenham folga naquele dia.

Caso não haja dispensa, os funcionários precisam cumprir suas funções, mesmo que toda a cidade esteja em festa, como é o caso do Carnaval. Ao trabalhar em dias de ponto facultativo, o funcionário fatura o mesmo que ganharia em um dia regular. Já no feriado, caso tenha que trabalhar, ele deve receber o dobro do usual pelas horas trabalhadas.

 

Quais datas são consideradas ponto facultativo?

  • Carnaval: Apesar de o país parar, o carnaval não é um feriado. A segunda, a terça e a quarta-feira (até às 14h) são, na maioria dos municípios, pontos facultativos.
  • Corpus-Christi: Celebrado 60 dias após a Páscoa, existem municípios em que a data é feriado, mas, em sua maioria, é ponto facultativo.
  • Dia dos Professores e do Servidor Público (15 e 28 de outubro): Geralmente, apenas os profissionais homenageados nestas datas ganham folga.
  • Dia da Consciência Negra (20 de novembro): Esta data é feriado municipal em muitas cidades, mas, apesar da campanha forte para que se torne feriado nacional devido a sua importância social, ainda é uma data facultativa.
  • Fim de ano: Ano Novo (1 de janeiro) e Natal (25 de dezembro) são feriados nacionais, entretanto, as comemorações começam nas vésperas e ambas as datas são ponto facultativo.  

Além dos feriados nacionais, existem também os feriados municipais. Por exemplo, em Limeira, onde estamos instalados, o aniversário da cidade, comemorado dia 15 de setembro, é feriado na cidade. Portanto, valem as mesmas regras que para um feriado nacional.

 

Folgas compensatórias

Mesmo que sua empresa não adote a folga em dias de ponto facultativo, a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), em seu artigo 59, prevê a realização da compensação.

Esse método garante com que o trabalhador pule o carnaval, por exemplo, sem sofrer prejuízo financeiro. O trecho descreve que isto pode acontecer se “o excesso de horas em um dia for compensado pela correspondente diminuição em outro dia, de maneira que não exceda, no período máximo de um ano, à soma das jornadas semanais de trabalho previstas, nem seja ultrapassado o limite máximo de dez horas diárias”.

Uma forma de garantir a melhor organização é contar com um sistema de banco de horas. Ele contabiliza a quantidade de trabalho de cada pessoa e já indica o quanto o funcionário precisaria compensar posteriormente.

No entanto, caso não haja acordos e nem compensações e o seu funcionário faltar o trabalho, a empresa tem, sim, o direito de descontar o dia não trabalho do salário. Por isso, o mais indicado é que tudo seja conversado previamente entre ambas as partes.

 

Ponto facultativo: eu devo adotar?

O ideal é que o seu departamento de recursos humanos tenha conhecimento profundo do funcionamento da CLT e que as normas ali descritas sejam respeitadas para que não haja prejuízo a nenhuma das partes. Além disso, é indicado que haja consultoria do sindicato de trabalhadores.

No entanto, não existe outro jeito: quando se trata de um ambiente tão cheio de possibilidades como o mundo dos negócios, só resta analisar bem o quadro da sua própria empresa. Seus serviços são dispensáveis para tal época do ano? Ou datas comemorativas aumentam seu lucro? Tal decisão exige um longe e responsável estudo.

 

Città Telecom

A Città oferece planos de internet e telefonia que garantem qualidade, segurança e toda a velocidade que sua empresa precisa para começar 2019 com o pé direito!

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

Produtividade: você se considera uma pessoa que tem esta habilidade? Nem sempre a nossa cabeça dá conta de processar tanta informação e a nossa eficácia pode ser comprometida.

Produtividade: você se considera uma pessoa que tem esta habilidade? Planilhas, contratos, documentos, reuniões, deadlines… Ufa! Tanta responsabilidade nas mãos de uma única pessoa pode, sim, comprometer o rendimento dela. Nem sempre a nossa cabeça dá conta de processar tanta informação e a nossa eficácia pode ser comprometida.

Um dos pilares da produtividade é a organização prévia das suas tarefas. Definir quais são as prioridades, traçar metas e definir horários para cumpri-las ajuda muito a concluir as demandas necessárias em tempo hábil e terminar o dia com aquela sensação de dever cumprido.

Mas nem sempre realizar tudo isso de maneira manual é uma tarefa fácil. É aí que nós podemos contar com diversas ferramentas e funcionalidades que nos ajudam na organização e melhoram nossa produtividade.

Nesse artigo, você confere algumas ferramentas que vão te auxiliar a manter o foco nas suas prioridades e melhorar o rendimento do seu dia a dia. Acompanhe!

 

Coffitivity

O barulho de um escritório te deixa inquieto e disperso? Você precisa de um som ambiente que te tranquilize e te mantenha concentrado na sua demanda.

Existem pesquisas que comprovam que alguns sons ajudam a aumentar nossa produtividade e um deles, é o de uma cafeteria. É justamente isto que essa ferramenta busca recriar.

Com o barulho de café saindo da máquina, xícaras e píres sendo postos sobre uma mesa e o barulho distante de gente batendo papo, o Coffitivity tenta elevar sua criatividade sem que necessariamente você precise recorrer à cafeína; apenas ao fone de ouvido.

Onde encontrar: site oficial ou aplicativo para iOS.

 

Evernote

Você é uma daquelas pessoas que sempre tem ideias e insights muito legais no decorrer do dia, mas sempre acaba perdendo por não ter onde anotar e guardá-las? O Evernote pode ser a solução dos seus problemas.

Ele funciona como uma espécie de bloco de notas super melhorado. Você pode armazenar textos, links e até arquivos multimídia, como fotos e áudios. Além disso, também permite criar listas e lembretes.

Uma das principais vantagens dessa ferramenta é a possibilidade de sincronizar com todos os seus dispositivos. Assim, você pode acessar esses arquivos de qualquer lugar e não deixar mais nenhuma ideia escapar.

Onde encontrar: site oficial. Possui planos gratuitos e premium e apps para iOS, Android, MAC e Windows 10.

 

Productivity Owl

Quem nunca abriu o YouTube para assistir a uma vídeo aula sobre um assunto importante e terminou ouvindo uma seleção com os melhores pagodes dos anos 90?

A internet é uma grande biblioteca de conteúdo interligado e isso é a maior armadilha para quem já tem tendência a perder o foco. Essa é a principal funcionalidade dessa ferramenta: ser um fiscal de dispersão.

O Productivity Owl é uma extensão para o Google Chrome em que você pode definir quais são as páginas relacionadas a trabalho e conteúdos importantes. O aplicativo, então, traz uma “corujinha” que fecha as abas do seu navegador assim que ela detecta uma longa visitação em páginas aleatórias.

Onde encontrar: Disponível apenas para Google Chrome.

 

Remembering the Milk

Se você tem tendência a deixar uma demanda passar ou então, está tão sobrecarregado que pode acabar esquecendo de alguma coisa, o Remembering the Milk pode ser um excelente braço direito.

Ele funciona como uma “to do list”: uma agenda eletrônica em que você pode cadastrar todas as suas obrigações do dia e que não te deixa perder nenhum compromisso. Além de permitir compartilhar demandas com outros usuários, ele envia notificações via e-mail e SMS para te lembrar do que você precisa fazer.

Onde encontrar: site oficial. Disponível também para usuários de Android e iOS.

 

Trello

Por último, mas, definitivamente, não menos importante. Com objetivo de ser uma central de gestão de projetos, o Trello é, hoje, uma das ferramentas mais completas para quem busca controle do fluxo de trabalho.

Ele permite que você crie demandas individuais e coletivas e distribua as funções, incluindo níveis de hierarquia, prazos estipulados e acompanhamento do progresso da solicitação.

Com uma interface de visual simples e de fácil manuseio, o Trello é útil para os mais diversos tipos e tamanhos de empresas.

Onde encontrar: site oficial. Possui apps para iOS, Android, MAC e Windows 10, além de fazer integrações com diversas outras ferramentas de produtividade, como Google Drive, PipeDrive, Gmail, Google Agenda e Slack.

Além de melhorar sua produtividade e o seu rendimento no trabalho, todas essas ferramentas têm mais uma coisa em comum: dependem de uma boa banda larga para funcionar perfeitamente.

Se sua empresa necessita de internet para as principais demandas, você precisa de uma conexão veloz, com garantia de estabilidade e que entrega toda a velocidade prometida. Você precisa da Città Telecom!

Conheça nossos planos de internet e telefonia e descubra um serviço eficaz e diferenciado. Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um Consultor Especializado Città agora mesmo.

Ergonomia do trabalho: muito se discute sobre este tema, mas pouco ainda se aplica desta corrente no dia a dia de uma organização. Você sabe do que se trata?

Ergonomia do trabalho: muito se discute sobre este tema, mas pouco ainda se aplica desta corrente no dia a dia de uma organização. Você sabe do que se trata? Em nossos artigos, muito temos falado sobre a importância de um tratamento humanizado para com os seus funcionários. Além do trato digno, que todo ser humano merece, isso fará com que sua equipe se sinta mais motivada e comprometida com o trabalho, o que leva a resultados cada vez melhores.

Assim como a gestão de pessoas, a ergonomia do trabalho foi pensada com base na psicologia organizacional, área dedicada a estudar os fenômenos sociais que acontecem no ambiente de serviço. Essa corrente compreende as relações entre os seres humanos e o lugar em que ele trabalha, identifica os riscos nas atividades, determina as condições ideias e, assim, desenvolve métodos que valorizem o conforto e previnam acidentes durante o expediente, visando a melhora do rendimento e da saúde física e mental do colaborador.

As condições de insalubridade são a principal motivação para a queda da produtividade. Entende-se, aqui, por condições insalubres não apenas as que afetam a saúde física, como excesso de peso ou trabalho braçal exaustivo, mas, também, as que comprometem diretamente o psicológico: rivalidade e competitividade, controle rígido, comportamento hostil dos chefes da equipe, jornada de trabalho noturna, horas extras forçadas, entre outros.

Entre os riscos ergonômicos, podemos destacar ansiedade, depressão, dores musculares, dores na coluna, diabetes, estafa, estresse pós traumático, gastrite, hipertensão arterial, insônia, síndrome do pânico, taquicardia, tendinite, transtorno obsessivo compulsivo, úlcera, lesão por esforço repetitivo (LER/DORT), entre outros. Alguns desses problemas são irreversíveis e, muito além de comprometer a produtividade do trabalho desempenhado, eles geram distúrbios psicológicos e fisiológicos que acompanharão um ser humano durante toda uma vida.

Entendendo a necessidade de um ambiente mais saudável, a ergonomia do trabalho foi regulamentada pelo Ministério do Trabalho e Emprego. A Norma Reguladora (NR 17) publicada em 2007 exige “a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente”. No entanto, com a extinção desta pasta e a divisão em Justiça, Economia e Cidadania, ainda não se tem dados sobre como funcionará a regulamentação nos próximos anos.

A NR 17 ainda defende que cabe ao empregador ou líder da equipe realizar a chamada Análise Ergonômica do Trabalho, isto é, considerar todos os âmbitos que envolvem o ambiente e a atividade laborais para identificar quais pontos apontaram para um possível desenvolvimento de transtornos físicos e mentais. Para isso, é preciso analisar cuidadosamente cada aspecto que envolve o processo de trabalho, seja ele envolvendo esforço físico ou criatividade.

Ergonomia do trabalho traz muitos benefícios

Segundo publicação da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2016, a depressão tirou cerca de 75 mil pessoas do mercado de trabalho e a expectativa é que, até 2020, este seja a doença mais incapacitante do mundo. Um ambiente que considera a ergonomia do trabalho garante que os quadros de depressão dos funcionários não seja agravada ou não aconteça, nos casos de quem desenvolve a doença por causa do serviço. A seguir, listamos algumas das principais vantagens da adoção desta corrente.

  • Garantia de conforto e segurança;
  • Melhorias na estrutura organizacional de sua firma;
  • Melhor contato com as ferramentas de trabalho;
  • Queda do desperdício – de tempo e de material – e aumento da produtividade;
  • Redução do número de abstenções e de desligamentos;
  • Um ambiente de trabalho mais harmônico.

Ergonomia do trabalho: dicas de como aplicar

Como mencionado acima, para que a ergonomia do trabalho seja aplicada de forma muito eficiente, é preciso um estudo detalhado do funcionamento da sua empresa. Mas aqui vai algumas dicas de pequenos ajustes que podem ser úteis para qualquer tipo de corporação.

  • Estimule hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e a prática de exercícios;
  • Permite pausas: a NR 17 recomenda uma pausa de 10 minutos para cada 50 minutos trabalhados, não deduzidos da jornada normal de trabalho;
  • Respeite a carga horária e não force seus funcionários a fazerem horas extras excessivas;
  • Se preocupe com o ambiente: um local mal iluminado, com organização de espaço má distribuída ou com temperatura inadequada também prejudica o rendimento.

A Città oferece planos de internet e telefonia que garantem qualidade, segurança e toda a velocidade que sua empresa precisa para começar 2019 com o pé direito!

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

 

Para que o trabalho flua da melhor maneira possível, é preciso que o quadro de funcionários “vista a camisa” de verdade, compartilhe dos mesmos objetivos e se sinta integrado. Mas como fazer isso de forma eficiente?

Não importa o quão alto seja o investimento financeiro ou todas as qualificações de quem está no comando: nenhuma organização vai para frente sem pessoas. Para que o trabalho flua da melhor maneira possível, é preciso que o quadro de funcionários “vista a camisa” de verdade, compartilhe dos mesmos objetivos e se sinta integrado.

 

Mas como fazer isso de forma eficiente? Já ouviu falar em gestão de pessoas? Este método já é adotado há certo tempo, mas vem sendo atualizado depois da febre do coaching, uma ferramenta que se utiliza de uma fusão entre arte e ciência para promover desempenho individual ou coletivo nos âmbitos pessoal, social e profissional.

 

A gestão de pessoas visa trabalhar e aumentar a eficácia do capital humano de uma empresa. Baseado na psicologia organizacional, esse método tem como principal objetivo humanizar o ambiente de trabalho, ajudando os funcionários a se desenvolverem, se capacitarem e motivando-os para que eles estejam cada vez mais envoltos em todos os processos da empresa.

 

Existe uma corrente de especialistas que defende que os departamentos de recursos humanos e pessoal precisavam expandir os horizontes e não se resumir apenas a trâmites, como contratações, folhas de pagamento e demissões. Questões muito importantes, digam-se de passagem, mas nada além de burocráticas.

 

É nesse implicamento que surge a gestão de pessoas, que pretende romper com esses modelos tradicionais por acreditar que uma administração estratégica desses funcionários traz benefícios para a produtividade da empresa e para a qualidade de vida deles.

 

A adoção desta prática vem a marcar um reposicionamento da figura do líder dentro de uma instituição e também uma nova perspectiva sobre saúde mental dos funcionários. A imagem de uma pessoa autoritária e repressiva cada vez mais perde força e dá lugar a uma liderança preocupada no bem estar e, principalmente, na evolução dos seus subordinados. O chefe contemporâneo ideal é aquele que não se sente o dono da equipe e, sim, uma parte integrante tão importante quanto qualquer outro.

 

Por essa razão, a gestão de processos também contribui para a diminuição da rotatividade de funcionários ― as famosas demissões. Uma pessoa que se sente valorizada, estimulada e motivada dentro de um ambiente de trabalho dificilmente desistirá de seu emprego e, tampouco, será dispensada, uma vez que seu rendimento também vai se mostrar melhor.

 

Outro importante objetivo desta metodologia é preservar a harmonia entre os funcionários e cultivar as relações interpessoais. O estresse do dia a dia, as diferenças, por vezes, irreconciliáveis e a competitividade podem criar pequenos desentendimentos dentro de uma equipe. É missão da gestão de pessoas pensar nessas interações, afinal, elas podem tornar o ambiente tóxico e influenciar na produtividade das pessoas.  

 

Os especialistas definiram os cinco principais pilares da gestão de pessoas. São eles:

 

Envolvimento

Refere-se a, justamente, ao que iniciamos este texto dizendo. É estimular o funcionário a se sentir, de fato, parte ― indispensável ― da empresa. É fazer com que ele queira vestir a camisa com orgulho!

 

Participação

Parece redundância do pilar acima, mas não é! Este ponto incita a tomada de decisões por parte dos funcionários. É fazer com que eles se sintam confortáveis e capazes de participar ativamente das reuniões, sugerir melhorias e resolver demandas.

 

Motivação

Todos nós precisamos nos sentir motivados para concluir uma demanda da melhor forma. Por isso, um bom líder precisa estimular seus colegas de equipe. Lembre-os de seus pontos fortes e ajude-os a trabalhar os fracos, de modo a fazê-lo evoluir sempre.   

 

Comunicação

Para que os conflitos sejam resolvidos de forma rápida e os acertos sejam intensificados, é preciso que a comunicação seja efetiva. Um bom gestor de pessoas está sempre aberto a ouvir e sempre disposto a falar.

 

União

Já diz o ditado: a união faz a força. É essencial romper com a tradição de competitividade e estimular a parceria e a troca. Mesmo que o trabalho seja individual, um ambiente gerido com esse método é aberto a sugestões e a ouvir o que o outro tem a acrescentar.  

 

Leia também Autoestima no Trabalho: Entenda Melhor Esta Questão

Autoestima? Não, você não clicou errado em uma página de autoajuda. O tema desse artigo é, realmente, sobre autoestima. E é justamente por esse estranhamento que entendemos a necessidade de se tocar no assunto. Muito se fala sobre este tema relacionado à aparência física ou a relacionamentos amorosos, mas pouco se cita a necessidade de se desenvolver esse estado de espírito no ambiente de trabalho.

Autoestima? Não, você não clicou errado em uma página de autoajuda. O tema desse artigo é, realmente, sobre autoestima. E é justamente por esse estranhamento que entendemos a necessidade de se tocar no assunto. Muito se fala sobre este tema relacionado à aparência física ou a relacionamentos amorosos, mas pouco se cita a necessidade de se desenvolver esse estado de espírito no ambiente de trabalho.

 

Não adianta você ter diversas especializações, um currículo de dar inveja e as melhores recomendações: você precisa ter a confiança necessária para colocar tudo o que você é capaz de fazer em prática. A baixa autoestima distorce nossas noções de capacidade e faz com que nossas conquistas pareçam irrelevantes, o que influencia diretamente no rendimento do nosso trabalho.

 

A psicologia classifica a autoestima como uma avaliação subjetiva que a pessoa faz de si mesmo. Seja positiva ou não, ela é a principal forma de se conseguir uma autoavaliação e desenvolver a imagem que nós temos da nossa própria pessoa. Este sentimento pode ser fruto de experiências que vivemos ao longo da vida, mas, também, pode ser trabalhada no decorrer da mesma.

 

Entre os sintomas mais usuais da falta de autoestima e que influenciam diretamente no âmbito profissional, podemos destacar: procrastinação, se culpar até mesmo pelas falhas de terceiros, sofrimento excessivo diante de um erro, medo de receber críticas e a dificuldade de lidar com elas após recebê-las, guardar suas ideias e opiniões por julgá-las irrelevantes, se achar incapaz de concluir determinadas atividades (mesmo tendo qualificação acadêmica ou profissional para tal), tendência a se comparar com outras pessoas ou até mesmo precisar diminui-las, constante necessidade de aprovação e temor de rejeição.  

 

Se você se encaixou em alguma dessas características, é sinal de que algo precisa ser revisto. Por esta razão, é urgente que falemos, sim, sobre autoestima no ambiente de trabalho. Acompanhe agora algumas dicas para que você reflita sobre si mesmo, consiga aumentar o seu amor próprio e, consequentemente, se tornar um profissional ainda melhor!

 

Você não é melhor nem pior que ninguém

 

Você tem sua própria formação, a própria história de vida, a própria personalidade e muitas outras características que te fazem único. Então, pare de se comparar com outras pessoas! Mesmo que você tenha defeitos ou apresente dificuldade em determinados âmbitos, os indivíduos ao lado também podem ter. Foque em você, no que você tem de bom pra apresentar e, também, nas dúvidas e problemas que você precisa solucionar. Deixa o coleguinha ao lado solucionar os dele também, porque ninguém é perfeito e quem te garante que ele também não passa pelos mesmos questionamentos que você?

 

Valorize suas potencialidades e conheça sua história

 

Você ralou muito para chegar até onde chegou, não é mesmo? Portanto, reconheça isso e valorize cada movimento que você fez em prol de você e da sua carreira. Aliás, você não estaria ocupando determinado cargo se não fosse pelo seu potencial e seu esforço. Por essa razão, assuma que você tem qualidades, descubra-as, valorize-as e tente desenvolvê-las ainda mais. Que tal agora abrir um bloco de notas e listar todas as suas qualidades, habilidades e tudo aquilo em que você é necessário no seu ambiente de trabalho?

 

Procure melhorar sempre

 

Ter uma autoestima elevada não é sinônimo de que você não precisa ter dúvidas ou ajustes a serem feitos. Uma boa autoestima não representa perfeição, significa que você se ama o suficiente para aceitar o fato de que você é humano e está suscetível a acertar, a errar e a não deter todo o conhecimento do mundo. Portanto, se você está com dificuldade em alguma coisa, procure resolver isto com quem pode ajudar. Obstáculos não são motivações para você se sentir inferior e, sim, para se tornar um profissional ainda melhor!

 

 

Procura internet e telefonia da mais alta qualidade? Nós, da Città Telecom, estamos à sua disposição com o melhor serviço do mercado. Não é autoestima superestimada, é fato!


Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

Videoconferência Empresarial

Não é novidade para ninguém que a tecnologia e suas múltiplas funcionalidades alteraram toda a nossa forma de comunicação e se tornaram fortes solucionadoras no mundo dos negócios. Demandas que há décadas atrás levariam horas (até dias!) para ser cumpridas hoje podem ser solucionadas em minutos. E o melhor: na palma da mão e sem precisar sair da sua sala no escritório.

 

Uma das funcionalidades mais úteis nos últimos tempos é a videoconferência. Você pode ter uma conversa “cara a cara” em tempo real com qualquer pessoa, de qualquer lugar e dos mais distintos dispositivos. Seja no computador, no tablet ou no smartphone, com apenas um clique, você pode juntar pessoas do mundo inteiro e resolver problemas e questões sem muito esforço.

 

É claro que nenhuma tecnologia vai suprir a necessidade do contato físico, mas estas plataformas surgem para driblar qualquer problema relacionado a tempo, distância e deadlines. Por essa razão, elas se fazem tão essenciais nos dias de hoje.

 

Acompanhe as principais vantagens de adotar a videoconferência:

 

1) As reuniões podem ser salvas

Se por motivos de segurança ou para consulta posterior você precise do registro daquela conferência, diversos softwares oferecem a possibilidade de gravar toda a reunião. No entanto, é sempre importante avisar a todos os participantes que a conversa está sendo capturada.

 

2) Videoconferência empresarial encurta as distâncias

Essa aqui parece óbvia, mas não custa reforçar. Se sua empresa faz negócios ao redor do Brasil e do mundo ou possui diversas filiais espalhadas, as reuniões emergenciais ou até mesmo as mais corriqueiras não precisam esperar a visita de um representante para acontecer.

 

Além disso, a videoconferência permite que todo o time que representa sua empresa, independente do lugar, esteja na mesma sintonia, tanto na parte do trabalho, quanto em relações pessoais. A integração é um dos fatores primordiais que contribuem para o rendimento de uma equipe.

 

3) Melhora a imagem da empresa

Na sociedade do século XXI, ser vista como uma corporação que está atenta às inovações tecnológicas é essencial. Ter à disposição recursos que facilitem a comunicação e, principalmente, agilizem a distribuição de tarefas é um diferencial que conta e muito a seu favor na hora de oferecer um serviço.

 

4) Oferece a possibilidade de compartilhar arquivos em tempo real

Durante uma reunião, quem nunca ouviu um “depois eu mando por e-mail”, não é mesmo? Diversos softwares de videoconferência permitem a troca de fotos, vídeos e PDFs durante a reunião online.

 

Com isso, todo o material referente ao assunto tratado pode estar à sua disposição sem ter que esperar a conferência terminar para recebê-los. Além disso, os melhores aplicativos permitem até que você compartilhe a tela do seu computador com quem está do outro lado.

 

5) Você pode evitar o tempo e os gastos do deslocamento

O litro da gasolina está custando em média R$ 4,489 e quem mora ou trabalha em grandes metrópoles sabe que o trânsito está cada vez mais caótico, especialmente, em horário comercial.

 

Além disso, nem sempre a pessoa com quem você precisa falar vai estar na mesma cidade (ou até país) que você, então, um encontro presencial faria o gasto financeiro se elevar proporcionalmente ao de tempo.

 

Agendar uma videoconferência evita esses transtornos e a demanda em questão pode ser resolvida de forma muito mais rápida e prática, o que nos leva diretamente para a próxima vantagem.

 

6) Faz o dia render mais e melhora a produtividade

Além do deslocamento, o tempo das “amistosidades”, como uma rápida conversa sobre a vida e aquele cafezinho no fim da reunião, também é economizado. O foco fica todo para os assuntos que são realmente importantes. E como cada minuto é precioso na sociedade atual, esse tempo poupado pode ser usado pela equipe para finalizar as produções.

 

No entanto, mesmo com tantas vantagens e funcionalidades que beneficiam o fluxo de uma empresa, uma videoconferência não rende o esperado sem uma boa conexão de Internet.

 

Na hora de adotar a videoconferência entre as principais ferramentas da sua corporação, verifique se a internet utilizada garante 100% da velocidade de dados prometida em contrato e oferece conexão estável e sem interferências externas.

 

O IP Dedicado Città Fibra é perfeito para empresas que utilizam a internet como recurso fundamental para seus negócios. Garantia total de banda, simetria de download e upload com velocidades de até 10Gbps. Além disso, contamos com atendimento diferenciado e reparo expresso em até quatro horas.