Novidades no mundo da tecnologia e telecomunicação – Blog Città Telecom

A novidade do momento é a nova geladeira inteligente lançada pela Samsung, a French Door RF23R. O grande diferencial é o controle que o usuário detém. Sua geladeira vai estar na palma da sua mão. Entenda!

Geladeira inteligente da Samsung: o eletrodoméstico do futuro já está à sua disposição. Não tem muito tempo que enxergávamos a geladeira como um mero armazenador de comida e água – há quem a abra para pensar. Mas com os avanços das pesquisas em inteligência artificial, os equipamentos para cuidados da casa têm sido repensados para oferecerem cada vez mais conforto aos moradores.  

A novidade do momento é a nova geladeira inteligente lançada pela Samsung, a French Door RF23R. O equipamento chegou ao Brasil no começo de fevereiro com variações de 536 e 530 litros. Apesar do design não destoar muito dos lançamentos tradicionais, o grande diferencial é o controle que o usuário detém. Sua geladeira vai estar na palma da sua mão. Entenda!  

 

Geladeira inteligente da Samsung: ecologicamente correta 

A French Door RF23R funciona com Wi-Fi embutido. Também chamada de “Wi-Fi ready”, a funcionalidade representa que o eletrodoméstico já vem com adaptadores instalados de fábrica e você já pode conectar a uma rede assim que o objeto começar a funcionar. Ou seja, não há necessidade de comprar nenhum outro hardware ou montar cabeamentos para começar a usufruir da geladeira. 

A geladeira pode ser controlada através do próprio celular. Basta baixar o aplicativo SmartThings na loja do seu smartphone. O app é uma proposta da Samsung de unificar todos os produtos que dependem do celular, como uma espécie de controle virtual único. Com ele, você recebe notificações caso a porta permanecer aberta, controla a data de validades dos alimentos e recebe dados sobre consumo de energia e variações de temperatura. 

A Samsung tenta vender a French Door RF23R como uma geladeira ecológica, cuja principal promessa é a economia de energia, o que converge com a proposta oficial da inteligência artificial. De acordo com a empresa, o novo modelo é capaz de poupar até 50% da energia em comparação aos modelos tradicionais da marca. Isso se dá pela presença de iluminação de LED embutida e pela manutenção interna de temperatura.  

O principal auxiliador dessa economia de energia, no entanto, é uma tecnologia chamada Digital Inverter. Trata-se de uma ciência capaz de controlar o fluxo de energia, o que muda a operação dos compressores e resulta em menos consumo sem perder a qualidade. Um dos principais investimentos da multinacional desde meados da década passada, o Inverter também é utilizado em ar-condicionados e máquinas de lavar.  

 

Geladeira inteligente da Samsung: as duas versões

Antes de se animar oficialmente com o produto, recomendamos uma bela olhada nas suas finanças: o preço mínimo da Geladeira inteligente da Samsung é R$ 13.999,00 (536L) e chega a R$ 15,999,00 (530L). Se te consola, é cerca de 10 mil reais mais barato (ufa?) que o modelo French Door Family, que conta com uma tela frontal que exibe fotos, músicas e vídeos. “Assista a TV  e continue cozinhando”, diz o anúncio. 

A diferença entre os modelos que reivindica os dois mil reais a mais está em uma funcionalidade intitulada de Food Showcase. É uma espécie de “segunda porta” que faz com que você tenha acesso aos seus alimentos e bebidas prediletas de forma mais rápida, sem perder tempo procurando e, assim, prejudicando o congelamento dos demais itens. É como se fosse uma “pré-geladeira”. 

A principal crítica em relação às geladeiras inteligentes é que as empresas parecem ainda não terem encontrado a verdadeira revolução na rotina das famílias. Sentir vontade de tomar cerveja no trabalho e programar a geladeira ainda no expediente para encontrá-las geladinhas ao chegar em casa, por exemplo, enche os olhos, mas parece mais luxo que uma necessidade de “vida real”. 

Mas queremos que você tire suas próprias conclusões. Ambos os modelos estão disponíveis para compra imediata no site oficial da Samsung, que você pode acessar CLICANDO AQUI e conferir mais detalhes e outras especificidades técnicas. Comprou (pelo menos) a ideia? 

 

Siga a gente! 

Também estamos nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

TV por assinatura com fibra óptica: uma tecnologia que promete revolucionar completamente a sua maneira de assistir a televisão!

TV por assinatura com fibra óptica: uma tecnologia que promete revolucionar completamente a sua maneira de assistir a televisão. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua 2016, a quantidade de aparelhos que recebiam sinal por antena parabólica ou pagavam por serviços fechados estavam praticamente equiparados no Brasil. Em algumas regiões, como o Sudeste, as transmissões pagas chegavam a prevalecer. 

Desde o começo da década passada, empresas de telecomunicação vem implementando formas de otimizar o sinal da TV paga. A tecnologia escolhida para esse update foi a fibra óptica, assunto recorrente por aqui. Se você acompanha nossos artigos, portanto, já sabe que na fibra óptica, os dados são transformados em luz e enviados através de cabos feitos com camadas de vidro e revestidos por plástico. Mas como isso pode melhorar a qualidade da televisão? Descubra agora!  

 

TV por assinatura com fibra óptica: os mais importantes detalhes

Tudo começa em 2010 com a aprovação do Projeto de Lei da Câmara n° 116. Graças à sanção, houve extinção da restrição ao capital estrangeiro e, com isso, as operadoras de telefonia fixa e internet, que já apostavam na fibra óptica como forma de democratização do acesso à banda larga, ganharam o direito de entrar no mercado das TVs a cabo utilizando dessa tecnologia. 

Vale ressaltar: apesar de o termo “TV a cabo” ter se popularizado, nem todo serviço de televisão por assinatura utiliza tecnologia de fibra óptica. Algumas empresas ainda optam por transmissões via satélite, o que exige a instalação de uma mini antena na casa do usuário. 

Na fibra, a difusão também é iniciada via satélite. No entanto, as operadoras recebem o sinal e o reenviam para os clientes através do cabo, o que resulta no grande diferencial sobre o sistema concorrente. 

A TV por assinatura via satélite não resiste às mudanças climáticas e acaba sempre saindo do ar em dias com ventos fortes e tempestades. Já a TV por assinatura com fibra óptica é pensada justamente para não perder conexão em momentos como esse. Os cabos são revestidos por vidros que levam bases de sílica ultrapura, o que protege o equipamento do ambiente externo. 

Cada cabo de fibra óptica possui cerca de 36 fios capazes de alcançar uma velocidade de quase quatro mil gigabits por segundo. Graças a essa potência, essa tecnologia tem como principais vantagens a transmissão em alta velocidade e maior capacidade de transmitir dados entre dois pontos. 

Pela rapidez da transmissão, a TV por assinatura com fibra óptica garante muito mais qualidade de imagem. Além da nitidez, um outro exemplo dessa velocidade pode ser visto a olho nu. Com uma televisão de outros meios de transmissão, aparece uma tela preta ao mudar de canal. Com a TV por assinatura com fibra óptica, a mudança é instantânea, já que não há necessidade de comprimir o sinal pela falta de bits. 

Legal, não é mesmo? Mas pode ficar melhor ainda! 

 

Città TV

Aguarde um lançamento que vai consolidar o posicionamento da Città Telecom no mercado das Telecomunicações! Orgulhosamente anunciamos a Città TV, um novo conceito em televisão por assinatura que extrai o melhor da tecnologia fibra óptica. É TV a cabo de verdade! 

A principal vantagem da Città TV sobre a concorrência é que o cabo de fibra óptica é conectado diretamente no seu dispositivo. Nas outras operadoras, ele vai apenas ao ponto de distribuição e chega até sua casa através de um cabo coaxial, que é bem menos resistente e mais suscetível a danos. 

Estamos em fase final de testes. Dezenas de pessoas, entre clientes e colaboradores, foram escolhidos a dedo para experimentar a Città TV por dias e avaliar o produto. Tudo para alinhar o serviço com o nosso principal objetivo, que é conectar você com o mundo, agora através da informação e do entretenimento. 

Acompanhe as nossas redes sociais para mais detalhes! 

 

Siga a gente! 

Também estamos nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

Microsoft Edge é o substituto do Internet Explorer, que, por muito tempo, foi o navegador mais utilizado do mundo. Confira as novidades da nova versão do browser!

Microsoft Edge: parece que a gigante dos softwares de computação quer recuperar a hegemonia no ramo dos navegadores de internet. A Microsoft reinou com folga durante mais de um década, com o Internet Explorer sendo preferência entre quase 100% dos usuários no mundo. Anos depois, a situação é outra. Lançamentos posteriores, como Mozila Firefox, Opera e Google Chrome, deixaram o navegador clássico com fama de ultrapassado. 

Em janeiro de 2015, a empresa anunciou o lançamento do Microsoft Edge, o novo navegador da empresa estadunidense. Ele foi lançado para acompanhar o Windows 10, sistema operacional que seria lançado quatro meses depois, e o Xbox One. Entre os principais diferenciais, destaca-se a Cortana, uma assistente virtual integrado às buscas. 

 

Microsoft Edge: conheça os detalhes

O Microsoft Edge foi lançado como o sucessor do Internet Explorer. Em 2015, quando o clássico navegador encontrava-se na 11ª geração, a fabricante anunciou que ele seria descontinuado. Em 2003, o Explorer chegou atingir um pico de 96% da fatia de uso entre os usuários. Um ano antes do anúncio da obsolência, esse número já havia caído para 60%. 

O Internet Explorer ainda pode ser utilizado nas versões mais antigas do Windows. No entanto, ele não recebe mais atualizações, o que compromete o uso da ferramenta — que, diga-se de passagem, já não era muito elogiada mesmo nos tempos em que havia updates. O Microsoft Edge é compatível com as outras versões do SO, basta fazer o download. Na décima versão, ele já vem instalado de fábrica. 

 

Microsoft Edge: a nova versão

Em janeiro, a Microsoft anunciou o lançamento da nova versão do Microsoft Edge. No site da empresa, o navegador é descrito como “o único navegador de que você precisará”, em uma clara referência aos usuários que baixam outros browsers mesmo com o Edge – ou o Explorer, nos modelos mais antigos – já instalados. A página também promete “velocidade, desempenho, a melhor compatibilidade da classe para sites e extensões”. 

A novidade mais comentada da atualização é a utilização do Chromium. Trata-se de um código fonte aberto desenvolvido pelo Google. Para quem não sabe, um código é considerado aberto quando o desenvolvedor fornece o conjunto de símbolos e permite que terceiros modifiquem e distribuam o software. Achou o nome familiar? É isso mesmo que você está pensando! 

O Microsoft Edge terá como base o mesmo código fonte do Google Chrome, que, atualmente, abocanha uma média de 80,3% dos usuários do próprio Windows, de acordo com informações do W3Schools. Além das prováveis ferramentas semelhantes, a interface dos dois navegadores também foi vítima de comparações. Tire suas próximas conclusões com a imagem abaixo!  

A decisão de adotar o Chromium, acredita-se, vem da intenção de padronizar os browsers. Assim, não aconteceria de alguns sites rodarem melhor em determinados navegadores, enquanto em outros, mal abrem. Além do Google Chrome e agora do Microsoft Edge, o Opera e o Vivaldi também utilizam do mesmo código fonte.

 

Microsoft Edge: faça o teste

Adotar o mesmo código fonte do Chrome é a cartada da Microsoft para tentar recuperar a soberania no mercado de browsers. E a luta vai ser árdua, viu, senhores Bill Gates e John W. Thompson? Segundo o W3Schools, o pico de utilização do Microsoft Edge no ano passado foi em janeiro e em fevereiro, ambos os meses com uma singela porcentagem de 4%. 

Quer fazer o teste? O Microsoft Edge está disponível para download gratuito no site da companhia. Só clicar neste link AQUI. Se você utiliza o Windows 10, as atualizações já estão sendo realizadas. Não há a opção de manter a versão antiga do navegador, mesmo que você queira. O update acontecerá em alguma futura atualização do sistema operacional. Também está disponível para usuários de macOS, iOS e Android. O download nesses casos têm que ser realizado de forma manual. 

 

Siga a gente! 

Também estamos nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

O Google revelou os itens de tecnologia mais buscados no país em 2019 e a gente vai te ajudar a entender o que os brasileiros estão procurando!

2019 já se foi mas ainda deixa marcas. O ano que encerrou a década (ou não?) foi recheado de assuntos polêmicos que dividiu opiniões e no mundo da tecnologia, não foi diferente. Você é time Apple, Samsung, Motorola ou Xiaomi? Não importa qual lado você escolheu, o fato é que, antes de tomar partido, você fez uma boa pesquisa no Google para ter certeza da sua compra, não é mesmo?

De acordo com pesquisa divulgada pela Serasa Experian em 2011, o Google é o buscador favorito de 92,15% dos brasileiros. Praticamente, uma unanimidade! Todo ano, o Google divulga uma lista com os termos mais buscados pelos brasileiros em diversos segmentos. Para chegar ao resultado de 2019, foi realizado um cálculo que considerou o aumento do volume de pesquisas em comparativo a 2018. 

No geral, as principais buscas do ano se dividiram entre esporte, morte de personalidades famosas e procura por emprego. Em primeiro e em segundo lugares, estão “Copa América” e “Tabela do Brasileirão”; o primeiro, vale destacar, teve a Seleção Brasileira como campeã, o que contribuiu para a conquista do topo. Em terceiro e em quinto lugares, estão o apresentador Gugu Liberato e o cantor Gabriel Diniz, que faleceram, respectivamente, em maio e em novembro. Em quarto lugar, ficaram as buscas por “vagas de emprego”. 

No quesito tecnologia, 2019 foi dominado por buscas de celulares e aplicativos da moda, comprovando nossa tese de que, nos dias de hoje, não se compra smartphones sem uma boa pesquisa sobre os aparelhos. A seguir, explicamos para você com detalhes o top 5 de pesquisas sobre tecnologia do Google no Brasil! 

 

1º – iPhone 11

Em setembro, a Apple anunciou o lançamento da 11ª primeira geração do iPhone. A grande novidade ficou por conta da câmera dupla com tecnologias ultra-angular e grande-angular capazes de registrar em até 4K. O produto chegou ao Brasil um mês depois sob os custos da “singela” bagatela de R$ 4.999,00. O aparelho também figurou na lista geral de buscas no mundo, ocupando a 5ª posição. 

2º – Moto G7

Diversas versões da sétima geração do Moto G figuraram entre os cinco celulares mais vendidos do Brasil durante vários meses do ano, o que pode justificar tamanha procura. Anunciado em fevereiro, o Moto G7 (e suas variações) se encaixam melhor no bolso da população brasileira, com preços oscilando entre R$ 999 e R$ 1.899. A versão mais básica, o Moto G7 Play, já garante câmera de 13 MP e tela IPS LCD de 5.7”.  

3º – Amazon Prime

Se cuida, Netflix! O serviço de streaming da Amazon chegou ao Brasil em setembro oferecendo músicas, vídeos, jogos e livros por uma assinatura mensal de R$ 9,90. Além do acesso ilimitado a conteúdos de diversos segmentos, o assinante da plataforma tem direito a frete grátis nas compras na Amazon. Com isso, a empresa se firma como concorrente não apenas das plataformas on-demand, mas também das gigantes do varejo aqui no país.  

4º – FaceApp

Em julho, foi praticamente impossível entrar em qualquer rede social sem se deparar com montagens com o rosto envelhecido das pessoas. O responsável pela proeza foi o aplicativo FaceApp. Apesar de ter divertido milhares de brasileiros, o viral resultou em uma multa total de quase R$ 18 milhões para o Google e a Apple. Tudo porque a política de privacidade e os termos de uso do app não estavam disponíveis em português. Ao aceitar os termos sem ler, o usuário autorizou o FaceApp a armazenar dados privados e cedê-los a terceiros sem autorização prévia. 

5º – Dollify

Em junho, outro aplicativo de paródias também tomou conta do gosto popular brasileiro. Trata-se do Dollify, capaz de realizar caricaturas de uma pessoa. O aplicativo chamou a atenção graças a variedade de possibilidades para compor o avatar, especialmente, a de cor de pele. Até o fechamento deste artigo, o Dollify se encontrava em 39º lugar entre os apps mais baixados de entretenimento no Google Play e em 103º, na Apple Store. 

Confira o restante do top 10 

6º – Xiaomi Mi 9

7º – Moto G7 Plus

8º – Galaxy S10

9º – Moto G6 Plus

10º – Moto G6

 

Siga a gente! 

Também estamos nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

WhatsApp Business: quatro dicas para utilizar da forma correta.

WhatsApp Business: a versão empresarial do aplicativo de mensagens instantâneas que tem se tornado a principal forma de conversação entre cliente e organização. As dificuldades de comunicação estão entre as principais queixas de quem precisa tirar dúvidas ou reclamar sobre um produto e um serviço. Mas os laços estão cada vez mais estreitos graças a esta funcionalidade. 

No começo de 2018, o WhatsApp anunciou o lançamento de uma alternativa do aplicativo voltada para os negócios. O WhatsApp Business tem uma interface exclusiva para empresas, que prioriza uma maior dinâmica de venda e atendimento. A funcionalidade surgiu como a grande aposta do grupo Facebook no mercado de comunicação empresarial. No entanto, foi apenas a formalização de uma realidade. 

Segundo dados da Morning Consult, 4 de 5 empresas já utilizavam o WhatsApp para fins comerciais. As empresas que já utilizam o app de mensagens instantâneas puderam fazer migração para a versão comercial sem perda de mensagens e contatos. Em apenas um ano, o WhatsApp Business atingiu a marca de 5 milhões de empresas ativas no aplicativo. 

Além da comunicação, o aplicativo se tornou uma espécie de cartão de visita de um estabelecimento. Através dele, você pode divulgar local, horário de funcionamento e outras formas de contato. Mas você tem utilizado esse espaço de forma correta? Separamos aqui algumas dicas primordiais para ter um perfil de excelência e um contato primoroso com os clientes através do WhatsApp Business. Acompanhe! 

 

WhatsApp Business: comece com um manual de uso

Como serão feitos os cadastros dos números? Como será a linguagem utilizada? Formal? Informal? Como serão as saudações automáticas? Quais as respostas para as principais dúvidas? 

O contato humano é imprevisível, mas essas e muitas outras questões já podem estar definidas antes. Como os jornais impressos têm os manuais de redação, você deve desenvolver um manual com regras básicas de contato com seus clientes. Essa organização garante não apenas qualidade, mas um padrão no atendimento dentro das normas da sua empresa. A forma com que se conversa com o cliente deve ser um reflexo da missão, da visão e dos valores da sua marca.  

Mas lembre-se: criar um manual de atendimento não significa que ele deva ser completamente frio e engessado. O cliente valoriza o contato humano e, mesmo que ele não faça ideia com quem esteja falando, é importante perceber que não se trata de um robô. 

 

WhatsApp Business: envie conteúdo assertivo

Na hora de distribuir mensagens no WhatsApp Business, pense no valor do conteúdo para aquele público. Se sua empresa tem produtos segmentados para vários públicos específicos, não é de grande valia enviar promoções para o nicho que não se interessa por essa fatia do seu negócio. 

E mensagens demais de empresas podem encher o saco do cliente e afastá-lo do seu negócio. Portanto, use e abuse da ferramenta de lista de transmissão e crie grupos específicos de compradores baseados nas experiências anteriores. 

Por fim, não faça spam! Apenas envie mensagens quando o cliente se cadastrou na sua lista de transmissão e deu autorização para o recebimento de novidades. Além de ser expressamente proibido nos termos de política do WhatsApp Business, o spam exclui qualquer possibilidade de aquele freguês em potencial querer fechar negócio com você. 

 

WhatsApp Business: tenha uma equipe 

Não é porque o “zap” é algo extremamente banal no nosso dia a dia que qualquer pessoa é capaz de realizar o gerenciamento de uma conta comercial. Se você está com condições de aumentar a equipe, contrate alguém especialmente para esta função. O ideal é contar com um funcionário que pense, também, as campanhas do WhatsApp Business.  

Mas se você ainda tem uma empresa de um “homem” só e realiza tudo sozinho, estude profundamente a ferramenta e as diversas possibilidades de comunicação que ele proporciona. Só não subestime o WhatsApp Business! 

 

WhatsApp Business: utilize os dados que o app fornece 

O WhatsApp Business entrega ao empreendedor uma série de medidores de desempenho que te ajudam na hora de mensurar o desempenho do seu negócio. Entre eles, estão a quantidade de clientes que recebem as mensagens, o número de pessoas que leem o que é enviado e a taxa de resposta. 

Essas informações são uma forma de reavaliar o atendimento ao público e ainda criar novas estratégias com base no comportamento da sua clientela. Você pode encontrar estes dados de forma bem fácil, no menu “Configurações” situado ao lado do botão de buscas. 

 

Siga a gente! 

Também estamos nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

Aqui estão três curiosidades que você não sabia sobre internet fibra óptica!

Internet fibra óptica: a grande revolução da telecomunicação é responsável por conectar o mundo todo em velocidades cada vez mais impressionantes! Só quem viveu a era da conexão discada há de concordar: baixar arquivos pesados ou assistir a vídeos de alta qualidade sem travar parecia um sonho distante. Mas já é uma realidade graças à tecnologia da fibra óptica. 

Na internet fibra óptica, os dados são transformados em luz e enviados através de cabos feitos com camadas de vidro e revestidos por plástico. Os cabos de fibra óptica são um caminho criado para que a luz envie os dados na mais alta velocidade para um aparelho receptor; geralmente, torres e antenas, que, após conclusão do recebimento dessas informações, retransmitem localmente através de ondas de rádio. 

Cada unidade possui cerca de 36 fios capazes de alcançar uma velocidade de quase quatro mil gigabits por segundo. Tamanha tecnologia resulta em rapidez e qualidade de internet e telefonia muito maiores do que estávamos habituados nos bons (?) tempos de dial-up. Você pode entender mais sobre o funcionamento destes cabeamentos acessando ESTE ARTIGO AQUI

Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em 2018, 18,5% das conexões de banda larga no Brasil já utilizavam internet fibra óptica; há 10 anos, este número não chegava a 5%. Para celebrar tamanho crescimento, preparamos um artigo que destaca três fatos super interessantes sobre a internet fibra óptica. O objetivo é apenas um: te convencer a mudar para a melhor conexão. Acompanhe! 

 

Internet fibra óptica não é tão frágil quanto pode parecer

Uma das principais fake news relacionadas à internet fibra óptica se dá pelo fato de os cabos serem feitos com camadas de vidro. Há quem acredite fielmente que isso torna o cabeamento mais suscetível a quebras, mas a realidade é justamente contrária.

Prevenção de danos: se há rachaduras no cabo, a luz para de transitar e a conexão perde a velocidade ou pode até ser interrompida. Por isso, os cabos de fibra óptica foram pensados para serem resistentes a possíveis lesões. 

O vidro leva, na composição, bases de sílica ultrapura, composição química que serve de reforço para que o equipamento esteja suscetível a pesos e variações de temperatura sem que o material seja danificado. 

 

Internet fibra óptica é ecologicamente correta

Se você é uma daquelas pessoas preocupadas com o futuro do planeta e busca diariamente formas de reduzir o seu impacto no meio ambiente, a internet fibra óptica pode ser uma excelente solução. 

Como explicitado acima, a transmissão de dados é feita através do envio de um feixe de luz. Isso representa uma grande economia de energia, já que há redução de envio de sinais elétricos. 

Além da redução do uso de energia, que resulta em uma diminuição da emissão de CO2, os riscos de incêndios devido a curtos ou outros danos físicos são praticamente extintos. 

 

Internet fibra óptica não sofre com interferências externas

Instabilidade por conta de superlotação de acessos ou queda na conexão por conta de chuvas ou ventos fortes? Não conhecemos! 

A internet fibra óptica é blindada contra esses “eventos” inesperados. Isso acontece graças à própria composição do material dos cabos. Os fortes componentes criam uma barreira isolante do ambiente externo e, com isso, os sinais não escapam e também não são influenciados por qualquer fator, mantendo a qualidade e a linearidade da conexão. 

 

Internet fibra óptica é Città Telecom

 

Prazer, somos a Città Telecom! Uma empresa de internet 100% brasileira capaz de conectar você com o mundo. Graças a sabe o quê? Segura esse plot twist: graças à fibra óptica! 

Utilizamos uma rede de fibra óptica com backbone próprio e graças a este sistema, podemos oferecer serviços de internet e telefonia com a mais alta qualidade. 

Por isso, nos colocamos à sua disposição! Solicite a visita de um de nossos Consultores Especializados agora mesmo.

 

Siga a gente! 

Também estamos nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

Wi-Fi 6: a nova geração da rede sem fio já é uma realidade!

Wi-Fi 6: a nova geração da rede sem fio já é uma realidade! Que os celulares evoluem e estão recebendo updates frequentemente não é nenhuma novidade. Mas você sabia que isso também acontece com o Wi-Fi? A rede sempre evoluiu de acordo com a demanda e o avanço nas pesquisas na área. Agora, os dispositivos já se preparam para receber o novo sucessor da rede sem fio: o Wi-Fi 6. Nesse artigo, você poderá tirar todas as suas dúvidas sobre a novidade. Acompanhe!  

 

Wi-Fi 6: entenda a novidade

O mesmo objetivo com muito mais eficácia: essa seria a definição perfeita para o Wi-Fi 6. A sexta geração da rede sem fio, cujo nome “científico” é 802.11ax, nada mais é que a busca por uma conexão ainda melhor dos dispositivos. O novo padrão chega ao mercado para o suceder o 802.11ac (sim, o Wi-Fi 5), protocolado em 2012. 

A oficialização do Wi-Fi 6 veio em setembro deste ano através da Wi-Fi Alliance. Essa empresa é a principal referência em pesquisa e implementação da rede Wireless e é a responsável por desenvolver e padronizar as redes sem fio. Fundada há 20 anos, a corporação também foi a responsável pela chegada da tecnologia de internet sem fio no Brasil. Segundo comunicado publicado pela companhia, o Wi-Fi 6 marca a evolução da conexão sem fio. 

 

Wi-Fi 6: quais as principais vantagens?

A principal vantagem do Wi-Fi 6 é o aumento da velocidade. Com números até quatro vezes superior ao Wi-Fi 5, a nova conexão sem fio pode chegar até a 10,53 Gbps na banda de 5 GHz de frequência. Isso representa também um aumento proporcional de velocidade com mais dispositivos conectados simultaneamente. Vale lembrar que estes números são projeções máximas, o que não quer dizer que vá alcançar estes valores nos dispositivos que entram em nossas casas. 

Como mencionamos acima, o Wi-Fi 6 oferece maior velocidade proporcional para os aparelhos ligados à rede, o que nos leva à segunda vantagem: o aumento de dispositivos conectados. A sexta geração foi pensada para abrigar ainda mais equipamentos, afinal, há tempos que a relação aparelhos x moradores de uma casa deixou de ser proporcional. A expectativa é que a nova rede sem fio acumule até oito dispositivos online simultaneamente sem perder a velocidade. Isso será possível graças à MU-MIMO, um sistema que permite maior taxa de transmissão de dados. 

O Wi-Fi 6 também recebeu muitos reforços em questão de segurança. O principal deles é a criptografia WPA3. Lançado no ano passado, o protocolo oferece maior proteção de dados em redes públicas, reforça o handshake processo de “reconhecimento” entre duas máquinas e dificulta a ação de ataques de hackers. A medida é uma resposta da Wi-Fi Alliance às recentes invasões globais a roteadores

Por fim, o Wi-Fi 6 busca economizar a sua energia. Essa funcionalidade é fruto do recurso Target Wake Time (TWT). Funciona quase como um “despertador” de envio de dados. Ela permitirá que o roteador programe um horário para verificar os status dos dispositivos. Caso o aparelho se encontre inativo, o sinal de Wi-Fi será reduzido, o que diminuirá o gasto da sua bateria e ainda poupará a rede. 

 

Wi-Fi 6: já está à disposição? 

Apesar de a protocolização ter sido recente, já existem no mercado alguns dispositivos que oferecem o Wi-Fi 6. Para que o aparelho receba esta tecnologia, há determinados hardwares que precisam ser implementados na fabricação dos produtos. Ainda não se tem informações oficiais dos roteadores que já adotaram a nova geração, mas especula-se que os modelos mais recentes trarão a novidade. Já nos smartphones, o Galaxy S10, da Samsung, e os novos iPhones, da Apple, já estão equiparados para a nova geração de rede sem fio. 

 

Città Telecom

Estamos também nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

Como qualquer coisa que faz parte do nosso dia a dia, existem muitos mitos e suposições acerca do Wi-Fi. São, justamente, com essas informações tão passadas para frente que devemos ter atenção.

Wi-Fi: você acha que entende tudo sobre o tema? Já ouviu dizer que de churrasqueiro e técnico de futebol, todo brasileiro tem um pouco? Mas quando se trata se colocar o roteador para funcionar na melhor velocidade, ele se torna um pouquinho especialista em informática também. No entanto, é preciso ter bastante atenção quando se trata destes aparelhinhos. 

Como qualquer coisa que faz parte do nosso dia a dia, existem muitos mitos e suposições acerca do Wi-Fi. São, justamente, com essas informações tão passadas para frente que devemos ter atenção. Um pequeno erro de configuração pode comprometer a velocidade da sua internet. Escolhemos alguns dos mitos mais comuns a respeito do Wi-Fi para ajudar a desmentir algumas mentiras. Você já deve ter escutado alguns deles. Acompanhe! 

 

“Ficar do lado do roteador é melhor”

Dizem que você precisa se posicionar do lado do aparelho para que sua conexão funcione com excelência. Mas já pensou que tudo é uma questão de como você posiciona o seu roteador? 

O mais indicado é que você abrigue a aparelhagem em um local bem alto. Tudo porque as ondas de rádio são lançadas para frente e descem logo em seguida. Por essa mesma razão deve-se deixar sempre as antenas retas para cima. Do ponto mais alto, você garante que o sinal cubra toda a casa sem grandes obstáculos e sem precisar ficar prostrado ao lado do aparelho.  

 

“É vantagem ter mais de um roteador para cobrir toda a casa” 

Primeiramente, se seu roteador está falhando em fazer isso, você precisa analisar se não é um problemática causada pela questão explicitada acima: má posição. Se sua casa é bem grande e isso não resolveu, busque um repetidor de sinal. Trata-se de um aparelho que, como o nome sugere, duplica o sinal do seu aparelho para abranger uma maior cobertura. Em média, custa menos que um roteador novo

Além disso, colocar dois aparelhos roteadores está longe de ser uma vantagem. Eles podem utilizar os mesmos canais para transmitir o sinal, sobrecarregando a velocidade da sua internet. 

 

“O teste online apontou que não estou recebendo toda a internet contratada. Vou ter que trocar de roteador!” 

Antes de mais nada, cheque a procedência desses portais. Nem todos são confiáveis!  Primeiramente, esses dados não são de interferência direta do seu roteador e, sim, do provedor de internet. Portanto, vale atestar diversos fatores. O clima é um deles. Em dias de chuva ou ventos fortes, aumentam as chances de sua internet ficar instável. Em horários de pico, onde o tráfego é disputado por muita gente, a velocidade também pode sofrer quedas.

No entanto, os valores de taxa máxima de velocidade de conexão estipulados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) permitem com que as operadoras performem um pouco abaixo do esperado. São 80% da taxa de transmissão média e 40% da taxa de transmissão instantânea. Abaixo disso, reclame com seu provedor! 

Se você procura por um provedor de internet estável, de alta velocidade e que se comprometa a entregar toda a velocidade contratada, saiba que esse provedor existe sim

 

“Não pode deixar aparelhos eletrônicos perto do roteador”

Parece mito, mas esse sim é verdadeiro! Aparelhos que também utilizam ondas de rádio prejudicam o funcionamento do seu aparelho. Isso acontece porque eles podem utilizar a mesma frequência para se comunicar, o que resulta em interferências. 

Um dos maiores vilões do roteador é o telefone sem fio, justamente por também utilizar os mesmos canais de comunicação radiofônicos. Mas ele carrega esse fardo por um erro humano mesmo. Muitas pessoas têm o costume de colocar o roteador e o aparelho em uma mesma cômoda. Se você é um desses, esperamos que até aqui você já tenha aplicado a primeira dica! 

 

Città Telecom

Estamos também nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

Se você não o conhece TikTok, é sinal de que já pertence a uma geração com algumas dezenas de anos de idade.

TikTok: o aplicativo de vídeos que é a nova febre mundial entre o público jovem. Você certamente já ouviu alguém dizendo que se confirmar que conhece determinada coisas vai entregar a própria idade, não é mesmo? Mas nesse caso, é exatamente o oposto. Se você não o conhece TikTok, é sinal de que já pertence a uma geração com algumas dezenas de anos de idade. 

TikTok é um aplicativo videomaker, onde você pode produzir, gravar e montar vídeos curtos de, no máximo, 60 segundos. Com uma interface simples e fácil de ser manuseado, ele ainda permite que o usuário adicione efeitos e trilhas sonoras. O app rende diversas mini esquetes hilárias, transformando a ferramenta em uma das maiores produtoras de virais da atualidade.  

 

TikTok: saiba mais 

Disponível para iPhones e aparelhos com sistema Android, o TikTok funciona como uma rede social. Os usuários disponibilizam as produções nos próprios perfis, onde outras pessoas podem seguir, curtir e comentar sobre os conteúdos. Justamente, por esse formato de social, que produz conteúdo pra si mesma, que os vídeos do TikTok pouco aparecem em outras redes, como Facebook e Instagram. 

O aplicativo foi lançado em setembro de 2016, pela ByteDance, uma empresa chinesa de tecnologia. No país de origem, a funcionalidade é conhecida como Douyin. Propagada internacionalmente um ano depois sob a alcunha de TikTok, o app já foi baixado mais de 800 milhões de vezes ao redor do mundo. A expectativa é que o número seja ainda maior, já que a empresa responsável pelos dados (Sensor Tower) não considerou os usuários de Android da China, cuja população ultrapassa 1,3 bilhões de pessoas. 

A grande virada de popularidade do TikTok ocorreu no ano passado, quando a ByteDance comprou o já popular aplicativo Musical.ly e fundiu com o produto da empresa. Estima-se que a compra tenha custado U$S 800 milhões de dólares. O extinto app, que mantinha sede em Xangai, na China, possuía a mesma proposta de criação de vídeos rápidos.   

 

TikTok em dados e fatos

Se você não fazia ideia do que se tratava o TikTok, esses dados, com certeza, vão te impressionar. No primeiro trimestre de 2019, o aplicativo figurou em terceiro lugar na lista dos mais baixados mundialmente pelo Google Play, ultrapassando Facebook e Instagram. Com 150 milhões de downloads, o app chinês perdeu apenas para WhatsApp e Messenger. Em outubro de 2018, o número de usuários do aplicativo de vídeos superou o das redes sociais de Mark Zuckerberg nos Estados Unidos.  

Além de revelar as próprias estrelas, celebridades famosas do Instagram tem percebido a força do TikTok e estão, sutilmente, realizando uma migração. Foi o caso de Kylie Jenner, dona de 149 milhões de seguidores e detentora do título de foto mais curtida da rede social ― até que o recorde foi quebrado por um ovo. 

Um vídeo em que ela canta para a filha foi editado e postado no TikTok. Em uma semana, se tornou a primeira produção do aplicativo a atingir 1 bilhão de visualizações. A caçula do clã Kardashian jura que o meme foi espontâneo e que ela não foi responsável pelo viral. No entanto, menos de uma semana depois, produtos com as frases do vídeo já estavam sendo vendidos na loja da socialite. 

Outra estrela mundial que viu o trabalho ser alavancado graças ao TikTok foi a Mariah Carey. Uma usuária do aplicativo publicou um vídeo dançando a música “Obsessed” de forma, digamos, bem peculiar. O conteúdo viralizou e levou a música, lançada em 2009, a atingir um crescimento de 300% no YouTube. A cantora americana entrou na brincadeira, postou vídeos em que imita a menina e chegou até a criar uma conta oficial no aplicativo. 

 

TikTok: pode funcionar para o meu negócio?

Como toda novidade que chega e impacta tão fortemente a cultura, os empresários já começam a pensar formas de agregar isso aos seus negócios. Mas o fato é que o TikTok ainda é extremamente segmentado. A expectativa é que o aplicativo demore a atingir um público mais adulto, como foi com o Instagram, que só registrou aumentos significativos de usuários mais velhos em 2017, quase 6 anos após a compra pelo Facebook. 

Dados oficiais apontam que o público entre 16 e 24 anos representa 41% dos usuários. No entanto, estima-se que o grande forte do TikTok sejam crianças entre 12 e 15 anos. Portanto, se o seu negócio não atinge um público bem jovem, ainda é muito cedo para pensar o TikTok estrategicamente. 

Discute-se que o crescimento desse aplicativo seja exatamente uma fuga de redes como Facebook e Instagram, que já são fortemente utilizados pelo público mais velho; leia-se os pais dessas pessoas, que têm acesso a informações que nem sempre esses filhos gostam de compartilhar.  

Podemos considerar que as principais concorrentes do TikTok são o Instagram Stories e o Snapchat. Enquanto o primeiro atingiu a marca de 500 milhões de usuários ativos diariamente, o segundo ainda enfrenta uma crise causada pela funcionalidade criada (ou seria copiada?) pela rede de Zuckerberg. 

Ainda é muito cedo para afirmar que o app tornará obsoleta a função do Instagram, mas é fato que ele representa uma alternativa em uma era em que Facebook e as redes irmãs perdem credibilidade, especialmente nos Estados Unidos, centro de um escândalo de vazamento de dados. 

 

Città Telecom

Estamos no Linkedin e também nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube

Em semana de Dia das Crianças, preparamos um artigo com dicas primordiais e reflexões para auxiliar você, papai e mamãe, no trato das atividades online dos seus filhos.

Crianças online: toda cautela é pouca para proteger os pequenos dos perigos da internet. As pipas deram lugar ao smartphone. O pique-pega deu lugar ao Free Fire. A apresentadora loira deu lugar ao youtuber. As crianças estão cada vez mais antenadas e os celulares passam a fazer parte da rotina delas cada vez mais cedo. 

Segundo dados da pesquisa TIC Kids Online Brasil 2018, publicada no último mês, 24,3 milhões de jovens entre 9 e 17 anos estão conectadas à internet. O número representa 86% da população dessa idade. Esse percentual supera a média geral de pessoas conectadas no país, que beira a casa dos 60%. 

Tamanha presença online ajudou a criar um mercado para atender a demanda kids, mas também despertou a atenção de muita gente mal intencionada. Recentemente, golpistas utilizaram imagens da Turma da Mônica para roubar dados de cartão de crédito de pais. Nesse ano, a assustadora boneca Momo reapareceu para assustar crianças. 

Em semana de Dia das Crianças, preparamos um artigo com dicas primordiais e reflexões para auxiliar você, papai e mamãe, no trato das atividades online dos seus filhos. Afinal, mesmo com toda a informação do mundo à disposição deles, os pais são a principal referência de sabedoria e respeito! 

 

Crianças online: algumas dicas e ferramentas

Primeiramente, respeite os limites de idade das redes sociais. As mais famosas, Facebook, Instagram e Twitter, publicam em seus termos de uso que não aceitam usuários menores de 13 anos. Portanto, se seu filho ainda não atingiu essa idade, não permita que ele crie contas nessas redes. Outro queridinho das crianças, o YouTube, tem uma plataforma específica para elas. No YouTube Kids, elas acessam a conteúdos filtrados especialmente para a idade e os pais encontram recursos de controle.

O mais indicado é instalar filtradores de conteúdo online. Eles priorizam publicações permitidas para o público infantil em sites de busca, bloqueiam conteúdos pornográficos, gerenciam acessos e controlam o tempo de uso. As versões premium destas funcionalidades ainda notificam os pais em casos de movimentações suspeitas na conta do filho. 

Entre os aplicativos mais indicados, estão o K9 Web Protection, o Norton Family e MetaCert. Como característica comum, os três ajudam a bloquear páginas indevidas. O Google e o Android também oferecem auxílio para proteção das crianças. No Chrome, a opção “SafeSearch”, presente nas configurações de pesquisa, filtra conteúdo impróprio. Nos smartphones que contam com PlayStore, basta buscar por “Controle dos pais” nas configurações e determinar a classificação etária dos aplicativos que aparecerão nas buscas da loja.  

 

Crianças online: como você pode proteger seus filhos?

Quanto tempo você tem dedicado para conversar com seu filho? Ou você sempre se aproveita do fato de que ele está entretido no celular para realizar suas tarefas? No tópico anterior, listamos ferramentas que protegem crianças, mas o diálogo é o aparato mais importante. São os pais que precisam explicitar as noções de certo e errado para que ele já utilize esses exemplos na rotina virtual. 

Primeiramente, é importante determinar horários específicos para uso de smartphones. Se nós, adultos formados, perdemos horas em frente àquelas telas, imagina eles que têm pouquíssima noção de limite? Determinar hora para utilizar celular permite que seu filho não se afaste de outras tarefas, principalmente, dos deveres escolares e da convivência real com os amigos. 

Segundo uma pesquisa do CyberHandbook, 80% dos pais não sabem o que os filhos acessam na internet. O recomendado é que os pais tenham acesso total ao que os filhos fazem na internet até os 12 anos de idade. Cheque o histórico de navegação, as buscas do YouTube, as mensagens de redes sociais e as pastas de download frequentemente. Utilize as movimentações suspeitas e perigosas que você encontrar não apenas para puni-lo, mas, também para educá-lo. 

Não é uma violação de privacidade, é apenas uma garantia de que ele está acessando conteúdo nocivo ou sendo ludibriado. A idade limite para o total controle é justamente o início da pré-adolescência, quando a criança começa a desenvolver a própria personalidade e já consegue desenvolver certas espertezas. Mas, claro, não é um padrão: tudo depende da maturidade que seu filho apresenta e do grau de confiança que você tem nele quando se trata do mundo virtual.  

Por fim, também busque se educar sobre noções básicas de internet para ajudar seu filho. Por exemplo, ensine-o a detectar mensagens mal intencionadas, links com potencial de vírus e golpes virtuais. O celular possui um mundo de possibilidades boas e ruins. Não entregue isto na mão de uma criança sem orientá-la!  

 

Città Telecom

Estamos também nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | YouTube